segunda-feira, 16 de julho de 2012

AULA 10: Análise da Música Metamorfose Ambulante





Prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Eu quero dizer
Agora, o oposto do que eu disse antes
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Sobre o que é o amor
Sobre o que eu nem sei quem sou
Se hoje eu sou estrela
Amanhã já se apagou
Se hoje eu te odeio
Amanhã lhe tenho amor
Lhe tenho amor
Lhe tenho horror
Lhe faço amor
Eu sou um ator
É chato chegar
A um objetivo num instante
Eu quero viver
Nessa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Sobre o que é o amor
Sobre o que eu nem sei quem sou
Se hoje eu sou estrela
Amanhã já se apagou
Se hoje eu te odeio
Amanhã lhe tenho amor
Lhe tenho amor
Lhe tenho horror
Lhe faço amor
Eu sou um ator
Eu vou lhe desdizer
Aquilo tudo que eu lhe disse antes
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo

---
Vimos que o principal problema filosófico da filosofia é se auto-definir. Definir filosofia depende de fatores basicamente de tempo e espaço. Em que tempo ela se rebela, onde e contra o quê? Nesse sentido, a música de Raul Seixas nas faz entender um pouco o que seria uma postura filosófica e, conseqüentemente, uma postura não-filosófica. A filosofia não traz promessas de felicidade e resolução de todos os problemas. Vimos que a filosofia se preocupa com as perguntas e não com as respostas propriamente ditas. Quanto mais clara e completa uma pergunta, mais fácil de chegar à resolução. Mas, como a mudança faz parte da essência humana, sempre que uma resposta é encontrada, muda-se a pergunta. Pois bem, analisando a letra da música Metamorfose Ambulante, chegamos a seguinte conclusão:










Extraindo essas conclusões, chegamos a seguinte definição provisória:
Filosofia é uma atitude de contestação, que admite mudança quando necessário ou quando nossas opiniões já não servem mais. Desconfia de opiniões pré-prontas, questiona valores e, consequentemente, pode abalar as bases hipócritas da sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário